Desenvolvimento Pessoal

Visualizar e realizar objetivos em 2023

É relativamente fácil começar com objetivos no inicio do ano e contudo perder o foco e a motivação ao longo do caminho. É por isso que visualizar e concretizar objetivos em 2023, ou na vida, requer que possamos responder a uma pergunta chave: porque é que queres isso?!

Para nos mantermos no processo de chegar aos nossos resultados importa estar com uma mente leve e focado. Com isso em mente, diariamente procuro partilhar processos que simplificam a nossa forma de pensar. 

Há pouco tempo numa palestra perguntaram-me: “por onde começas a tua abordagem quando alguém quer começar a trabalhar foco, confiança e concentração?”. Respondi sem qualquer hesitação: “Começaria por ensinar a compreender como funciona a mente”. 

Em suma, de todas as coisas que aprendi com as pessoas com quem estudei, a mais importante que sinto que deveria partilhar é sobre como o cérebro e a mente funcionam. Uma vez entendido o funcionamento interior da mente, pode-se então começar a controlar e dirigir a consciência e, consequentemente, a energia para o que queremos e como o queremos atingir. 

Um novo ano é por norma a altura em que fazemos resoluções. Por outro lado, pode ser o culminar de uma altura de frustração. Isto é, estamos desejosos que chegue apenas para deixar ir objetivos que não foram cumpridos e finalmente dizer: “Ufa, ainda bem que o novo ano chegou e que posso começar outra vez. Agora é que vai ser…!!” (e neste pensamento temos um aumento significativo de dopamina).

É fácil ser apanhado na euforia do Ano Novo e acreditar que este ano será diferente. A verdade é que não será diferente, a menos que se faça algo a esse respeito. 

Falemos sobre concretizar objetivos em 2023.

Há quatro passos chave para clarificar e chegar aos objetivos queremos: Alinhamento, Foco, Simplificar e Abdicar. 

Alinhamento: 

Há uma linha que une o que é importante para si e o que faz com isso. Saber o que quer e o quão importante o quer aumenta a energia e a força de vontade para se manter motivado mesmo em alturas em que tudo parece jogar contra. Assim, para alinhar o ser, com o querer, com o fazer importa começar por escrever as respostas a estas perguntas:

1. O que quer atingir no final de 2023?

2. Porque é que quer?

3. É mesmo isso que quer?

4. Mesmo, mesmo?

Deve ser capaz de definir claramente qual é o propósito, a finalidade de querer atingir os objetivos que quer e, melhor que pensar neles, é escreve-los num papel. 

Concentrar: 

Uma vez conhecido o propósito, quase sem dar por isso, começa a estabelecer prioridades e temas a focar. Conseguir estar concentrado é um treino e pratica-se em pequenas ações do dia a dia. Concentrar não é mais do que conseguir estar focado no mesmo tema durante um longo período de tempo. Pode estar concentrado a fazer o jantar estando atento a essa tarefa desde o inicio até ao final, quem sabe só termina quando arrumar a cozinha. Cada tarefa tem um principio, um meio e um fim e aprender a concentrar até ao final é ensinar a mente que somos nós que escolhemos o foco e que somos aquele que acaba tarefas. (já diz a ciência que é algo bom para por na programação da mente). 

Simplificar e abdicar: 

Quando percebemos que só temos uma quantidade finita de energia em cada dia e que a nossa vida é finita, chegamos à conclusão de que precisamos de simplificar. Quanto mais pessoas e coisas temos na vida, mais dividimos a nossa atenção e menos energia cada uma delas recebe. Um regador não é suficiente para regar 50 canteiros de jardim, mas se regar um, pode ser que esse vingue saudável! Simplifique o número de canteiros de jardim que tem na sua vida.

Concentre a sua energia finita nas suas prioridades, as que são congruentes com o que definiu para 2023. O ato da simplificação envolve naturalmente o ato de saber escolher e abdicar, pois para dizer “sim” às suas prioridades, precisa de dizer “não” às pessoas e às coisas que não estão alinhadas consigo e com o que quer. Faça-o com gentileza e bondade. Desapegue-se amorosamente do que, neste momento, não faz tanto sentido e lhe retira a energia. Faça-o com a compreensão de que o seu tempo e energia são finitos.

Visualizar e concretizar objetivos em 2023

O objetivo define prioridades que depois definem caminhos. Quando visualizo objetivos gosto de ter em mente o panorama geral para depois subdividir em objetivos secundários. Ver o panorama geral permite-me saber para onde me dirijo e ter os pequenos passos acalma a mente dando-lhe mais certezas e segurança. O panorama geral permite corrigir o rumo se surgirem distrações ou tomarmos o caminho errado. 

Algo muito útil, e uma ferramenta que utilizo com bons resultados, é o poder da visualização. Visualizar vai ativar varias hormonas relacionadas com o bem-estar e a motivação: dopamina, oxitocina, serotonina e endorfinas. Visualizar vai preparar o seu cérebro para a ação. 

Quando começamos a treina a visualização há três princípios fundamentais: visualizar o antes de…, visualizar o processo passo a passo e visualizar o final, o momento da conquista. Por exemplo, se quiser visualizar-se a aprender a fazer escalada, veja-se a chegar ao local, veja -se a preparar o equipamento e depois veja cada movimento com precisão. se já souber o que não funciona, visualize o que funciona em vez disso. No final, veja-se a chegar ao topo da parede e sinta as boas emoções que vai sentir no final. A visualização acabará quando sentir a recompensa de ter conseguido, e de ouvir, ver e sentir o que acontecerá quando conseguir.  

Quando consegue concentrar-se por longos períodos de tempo na visualização, desenvolve o poder da observação o que lhe permite ver oportunidades e armadilhas na viagem. 

Vai enfrentar desafios no ano, vão existir distrações, mas mais do que as evitar, foque-se no fazer. Veja diariamente o caminho a percorrer, estabeleça as suas prioridades e preserve a sua energia.

Nesta construção alinhada e serena, acredito que vai correr bem, que vai conseguir visualizar e concretizar objetivos em 2023. No final do ano, voltamos a falar. 🙂