Blog

BaZi - Valores e Potencial

Trabalhar por conta própria ou por conta de outrem?

Será o momento adequado para trabalhar por conta própria?

Quando há algo a mudar nas nossas vidas esta é uma pergunta que aparece.Tanto nas minhas conversas com amigos, como nas minhas sessões, vejo que este tema deixa dúvidas sobre o caminho a seguir, sobre que decisões tomar, sobre que escolhas ter em consideração, respondendo a isso, este texto coloca questões que vão ajudar a que esclareça esta dúvida.

Lembrando de inicio que, existem várias formas de se chegar a uma resposta e com este texto quero que encontre a sua.


Vamos começar por algumas premissas.

PONTO 1. – O QUE É PRECISO PARA SER FREE-LANCE OU EMPRESÁRIO?

NÃO DAR VALOR AO MEDO. 

A primeira coisa é deixar de dar valor ao medo. Eu podia dizer “a primeira coisa é acabar com o medo”, mas isso não seria real. É muito difícil acabar com o medo, o que queremos é reagir ao medo de maneira diferente. Quando queremos trabalhar por conta própria temos de tomar consciência que o medo vai chegar, mas temos de ser mais persistentes que ele. Quando queremos trabalhar por conta própria não podemos deixar que o medo nos vença. Para isso, temos de querer trabalhar nessa competência, ser sempre melhores e estar sempre informados.

DISCIPLINA. 

Quando trabalhamos por conta própria temos de ter uma auto disciplina fortíssima. Ou seja, não vai haver ninguém a obrigar-nos a fazer isto ou aquilo e por isso temos de ser nós próprios a obrigar-nos a ter essa disciplina. Para isso, é preciso que tenha um calendário bem ativo e sempre preenchido. Lembre-se, é preciso que coloque todos os lembretes necessários nesse calendário e é preciso que agende tudo o que tem de fazer. O que eu utilizo é o Calendários Google, porque consigo sincronizar com o Computador e com o telemóvel, mas podem utilizar o que quiserem. Se virem que esta rotina de colocar tudo agendado e principalmente, cumprir tudo o que está escrito é algo que parece impossível, talvez trabalhar por conta própria ainda não seja a melhor opção.

MOTIVAÇÃO. 

Porque é que é preciso agendar tudo? É possível que se estejam a perguntar, porque é que é preciso escrever tudo? Se tiverem uma boa memória, porque é que é preciso escrever?Porque vão haver dias em que o cansaço pode ser muito, ou a motivação pode ser pouca e o agendamento é o seu compromisso para não desistir. Mesmo quando não apetecer, vai olhar para o calendário e saber o que tem de fazer… A nossa motivação vem de persistir e de sermos mais teimosos que a nossa própria dúvida ou a nossa própria incerteza. A motivação não vai estar sempre lá e quando queremos trabalhar por nossa conta não vai haver ninguém a dizer: “tens de te levantar”, “tens de ir falar com A ou B”, “tens de criar conteúdo” … etc.

LIBERDADE. 

Quando quer trabalhar por conta própria tem de sentir o seu instinto a gritar por liberdade. Lá no fundo sabe que quer ser livre porque o seu processo criativo é muito ativo. Tem ideias muito frequentemente, em locais que ninguém espera e a horas que não são convencionais. Em BaZi, a ferramenta que utilizo para complementar as minhas sessões de Coaching e as minha sessões BaZi há várias indícios que me dizem que alguém quer e precisa dessa liberdade.

Se é estudante de BaZi, curioso desta arte ou se já fez algum trabalho comigo pode ver os seus gráficos BaZi e tomar principal atenção ao gráfico dos PAPÉIS A DESEMPENHAR. Se um dos seus papéis a desempenhar mais alto (pode ser o primeiro ou segundo) for Deus do Alimento, Lesar o Oficial, Riqueza Indireta ou Recurso Impróprio existe uma grande possibilidade desta liberdade ser um valor que faz parte do seu dia a dia e então, tem de trabalhar para isso, tem de investir em ter competências (ou estudar) para saber lidar com medos, com risco, com estratégias próprias. Também podem ter acesso a esta informação no meu livro “O Poder de Saber” na página 256.  

Trabalhar por conta própria?
Tenho a energia que é preciso?

PONTO 2. – QUE INDÍCIOS LHE MOSTRAM QUE QUER SER TRABALHADOR POR CONTA DE OUTREM?

  1. Acontece-lhe frequentemente querer pedir opinião sobre as suas decisões?
  2. Sente-se confortável quando tem alguém que oriente o seu trabalho regularmente?
  3. No fim de semana consegue desligar completamente do trabalho?
  4. Gosta que os seus objetivos sejam traçados por alguém superior?
  5. Sente-se confortável a trabalhar em ambientes onde já existam procedimentos a cumprir?
  6. Sente que o seu propósito passa por fazer parte do sucesso de algo ou alguém?
  7. Não há nada que queira fazer fora daquilo que está estipulado pela organização onde trabalha?
  8. Sente-se confortável quando faz parte de um projeto grande, de uma grande organização ou de um projeto comum?

(nas questões acima, o “sim” significa trabalhar por conta de outrem, o “não” significa trabalhar por conta própria)

PONTO 3. – QUE INDÍCIOS LHE MOSTRAM QUE QUER SER TRABALHADOR POR CONTA PRÓPRIA?

  1. Gosta sempre de me auto superar e de procurar as suas próprias inspirações?
  2. Os seus objetivos são principalmente estabelecidos por si?
  3. Mesmo quando não está a trabalhar, há ideias que surgem sobre possibilidades de negócios ou de projetos que gostaria imensos de partilhar com alguém?
  4. No seu mundo ideal, o seu tempo é gerido por si e para si?
  5. O seu sucesso é algo que o motiva?
  6. Toma facilmente a liderança na sua vida, assume compromissos?
  7. É fácil para si assumir a responsabilidade dos seus “erros”, sabendo que erros são só aprendizagens?
  8. Adora falar sobre soluções?
  9. Gosta de partilhar com amigos e família o sítio para onde quer ir?

(nas questões acima, o “sim” significa trabalhar por conta própria, o “não” significa trabalhar por conta de outrem)

Para saber o que é que realmente quer, leia o texto inicial e responda às questões do ponto 2 e 3 por si. Para tal, tem de pensar pela sua cabeça e não no que faria para agradar os outros. Melhor dizendo, se pensar tendo em conta a opinião que vão ter de si e no medo que tem do julgamento alheio, vai estar a sabotar o processo. Outra questão importante é que, não deve deixar que os acontecimentos e resultados do passado influenciem o presente. Isto é, nem tudo o que correu mal no passado terá forçosamente de correr mal hoje.
Responda a estas questões com a mente limpa, não dê valor desnecessário ao que aconteceu no passado e pense só no que quer.

Se entender que uma consulta comigo é o melhor para si neste momento, contacte-me através do email- hi@bazimit.com ou envie uma mensagem (sms ou whatsapp) para 911 024 811.

Uma ótima semana!

Bárbara

Open chat