Blog

Todas

Que profissão é melhor para mim?

Decidir se “esta profissão é melhor para mim?” é uma das decisões mais importantes que enfrentamos. É a trabalhar que investimos grande parte do nosso tempo. Assim sendo, a carreira certa traz sucesso, calma, inspiração e felicidade e é por isso que é tão importante.


Tomar decisões de acordo com o que queremos faz-nos sentir mais realizados, mas escolher algo que não tem nada a ver connosco pode ser devastador para as nossas vidas.
A intenção deste artigo é orientar as pessoas em relação à escolha de uma ocupação, de uma profissão ou de um estilo de vida.
Existem muitos testes de carreira. Muitos podem basear-se em curriculum, outros em experiências adquiridas, mas os mais assertivos são os que se baseiam na nossa essência e realidade, ou seja, nas premissas que aqui vos vou deixar.


Escolher algo tão importante como uma ocupação onde vamos investir a maior parte da nossa energia e do nosso tempo pode definir o nosso estado de espírito, o nosso humor, a nossa personalidade, a nossa autoconfiança, o nosso entusiasmo, a nossa capacidade de lidar com outros e de sociabilizar, o nosso amor próprio, a nossa auto-estima

É por isso que considero importantíssimo e dedico a maior parte das minhas investigações a este tema.


Voltando às premissas que falei antes, eis o que devem ter em conta quando querem escolher uma profissão:

TALENTO. Talento são as “habilidades” que possui de nascença. São como bichinhos que estão dentro de si e que lhe dizem o que gosta de fazer, o que quer fazer, onde se sente bem, ou melhor, onde é que pode encontrar facilidade em operar. Se quer ter esta noção bem clara, veja o que gostava de fazer em pequeno: gostava de falar? Gostava de ser a melhor? Gostava de ler, de jogar, de criar? Talento são qualidades baseadas nas suas aptidões naturais e que se podem transformar em verdadeiras capacidades técnicas (sucesso) se for investida dedicação e empenho no seu aperfeiçoamento. Ou seja, para que um talento se torne em algo visível para os outros e de sucesso para si é preciso que invista tempo nele.

Manter os vários níveis de existência alinhados é a chave para a concretização pessoal

VALORES. Valores é algo mais profundo e mais emotivo, ou seja, menos técnico. São princípios básicos que tem de nascença e que gosta de preservar. São modos de estar e sentir, que gosta de ter na sua vida para se sentir útil e compreendido. Têm muito a ver com sentir-se de consciência tranquila. Dizendo melhor, para saber quais são os seus valores mais importantes e que devem estar presentes na profissão que escolher, saiba que estar a agir de acordo com os seus valores deixa-o “descansado” (quer estejamos a falar de decisões difíceis ou não) estar a agir contra os seus valores deixa-o de coração apertado. Os valores estão associados ao estilo de vida que quer ter e o que tem de existir nesse estilo de vida. Nas minhas sessões de Coaching, em que utilizo BaZi como ferramenta, esta é uma das primeiras premissas que deixamos bem claras para avançar.


Que profissão é melhor para mim?
Trabalhe no que lhe faz sentido

MAPA MUNDO. As suas escolhas do momento têm de estar de acordo com o seu mapa mundo. Ou seja, tem de analisar bem o que é que é possível fazer agora e ir construindo o seu sonho passo a passo. Nunca deve desistir de algo gigante, os seus objetivos devem ser para além do que pode achar real neste momento, mas tem de agir de acordo com o que pode fazer agora. Deve inspirar-se no que os mais bem-sucedidos já fazem, sabendo que começaram por passos que não estamos a equacionar porque muitas vezes nem conhecemos.

Quando está a construir um novo caminho profissional deve aliar a irreverência de um sonho “maluco” à consciência avançar com passos que agora são possiveis para si.

Pouco a pouco o espectro do “possível” vai sendo cada vez maior e o que há cinco anos parecia impossível, hoje acredito que seja uma realidade. O que quero dizer com isto é que para saber se é para si, não tem de ser possível na sua mente, tem de estar muito presente na sua mente e no seu sonho… agora pense:

O que é que não lhe sai da cabeça?

PERSONALIDADE. Eis um ponto fundamental nas minhas sessões de BaZi: tem de saber exatamente qual é a sua personalidade. Porquê? Para saber com clareza quem é, o que tem de usar “de si” e quem não é. assim sendo, faça uma reflexão e pense o que é que as pessoas que gostam de si dizem sobre si? Ou melhor, quais os maiores elogios e quais as maiores verdades? Hoje à noite, pegue no seu diário ou num bloco e escreva…

O seu coração sabe sempre o que é melhor para si, silencie a mente para poder ouvir…

A maioria desses critérios é relativamente simples de levar em consideração. Muitas vezes, pode identificá-los facilmente e algumas vezes pode precisar de alguém que a apoie.
Às vezes o mais difícil é associar a sua personalidade ao seu trabalho. É um processo de descoberta e de autoconfiança que tem de fazer com calma e com algum apoio. O que digo sempre, e que já constatei com todas as excelentes pessoas que trabalho, é que o seu coração ajuda sempre. Ou seja, o seu instinto fala sempre mais alto e a sua ambição nunca deve ser “morta à nascença”.
Neste artigo vou deixar-vos algumas questões em que podem pensar para perceber para que “lado se inclina mais” o vosso caminho. Pensem com calma para que possam ter a melhor resposta sobre: “Que profissão é melhor para mim?”

Para saber se é mais líder ou mais seguidor:

  • Sente-se mais confortável quando está a seguir regras que outros sugerem?
  • Sente necessidade de ter alguém a quem reportar e gosta que lhe seja dito qual o trabalho a fazer?
  • Gosta de organizar e ter a certeza que os outros têm uma vida melhor ou gosta de criar objetivos e desafios à sua própria vida?

Para saber se é mais criativo ou mais executante:

  • Fica aborrecido quando tem de fazer sempre a mesma coisa hora após hora, dia após dia?
  • Tem mil ideias na cabeça e só gostava de conseguir escolher uma para prosseguir?
  • Às vezes tem os maiores insights em locais ou horas pouco “normais”?
  • Gosta de ter sempre novas ideias em relação ao futuro ou gosta de viver no presente e um dia de cada vez?
  • Sente necessidade de tomar notas sobre tudo para não se esquecer?
  • Sente-se confortável a ter um plano de procedimentos a seguir?

Para saber se é mais uma pessoa das pessoas ou alguém que gosta de ter as coisas feitas e de se auto superar:

  • Ter objetivos a cumprir faz o seu dia passar mais rápido? Dá-lhe motivação?
  • É realizador para si ver a transformação na vida das outras pessoas e gosta de contribuir para que isso aconteça?
  • Gosta de ser sempre melhor e espera nada menos que isso dos outros?
  • As decisões imediatas são revigorantes para si ou ter um futuro delineado na sua mente é o que a move?

Voltamos à pergunta: Que profissão é melhor para mim?

Decidir o que quer fazer só é útil se estiver de acordo com as oportunidades que existem na sua vida e que lhe permitem prosseguir. Pode encontrar oportunidades de várias maneiras, por exemplo: responder a anúncios de empregos, criar novos produtos de negócio, fazer parcerias, mudar estratégias de ação dentro do seu negócio, trabalhar mais em rede, apostar em formação e estar em meios onde falam a sua linguagem.

A visão e a ambição nem sempre correspondem à realidade das oportunidades que tem, mas devem estar sempre bem presentes e ativas para ter a certeza que a sua vida tem crescimento.

Crescer, melhorar, ser melhor são necessidades básicas e importantíssimas do ser humano.


Invista algum tempo para pensar nestas questões, veja em que espetro se encaixam melhor as vossas características e se tiverem alguma questão comentem o post para que nos possamos apoiar e esclarecer em relação à melhor profissão a seguir.


Tudo de bom e uma ótima semana,

Bárbara

#chooselove #chooseyou <3

Open chat