Blog

Coaching Desenvolvimento Pessoal

Ciência por trás do bem estar e motivação

Já lhes chamamos do quarteto da felicidade. Hoje sabemos que o nosso corpo é assertivo, tratamos-nos mal ele responde em concordância, cuidamos e ele é o nosso melhor amigo. Existe uma explicação para isto, existe uma ciência por trás do bem estar e motivação.

Produzidas pelo nosso corpo a Dopamina, Endorfina, Serotonina e Ocitocina são 4 substâncias que nos podem deixar mais felizes e motivados. Quando as estamos a produzir de forma saudável sentimos-nos bem, dormimos bem, temos energia e entusiasmo. Quando estão em défice fica mais difícil sair da cama.

A boa noticia é que nós podemos interferir na sua produção e o artigo de hoje é sobre isso, sobre a ciência por trás do bem estar e motivação e o que podemos nós fazer para naturalmente ativar a produção dessas substâncias no nosso organismo?

Dopamina

A Dopamina é a hormona da motivação. Ajuda-nos a perseguir os nossos objetivos e sentir prazer quando o fazemos. Ou seja, os níveis baixos de dopamina causam falta de energia e entusiasmo. A solução é encontrar formas de sentir mais entusiasmo e orgulho próprio. Podemos faze-lo ao criar metas mais pequenos, pequenos objetivos que possamos começar a alcançar, por exemplo, melhorar uma pequena técnica.

As “linhas de chegada” libertam dopamina, então, sempre que as atingir comemore. Encontre uma recompensa. Quando estipular uma nova tarefa estipule ao mesmo tempo como se vai recompensar quando a atingir: um jantar, uma massagem, sair mais cedo do trabalho, uma serie no sofá, ler… Devemos criar objetivos novos regularmente para garantir um bom fluxo de dopamina. Falar com o nosso treinador ou Coach pode ajudar, tanto pelas estratégias realistas traçadas como no reconhecimento da vitória.

Endorfina

A Endorfina é também libertada pela prática de exercício fisico e atua maioritariamente sobre o sistema nervoso. Com os níveis de endorfina saudáveis conseguimos ter uma vida mais leve. Quando em níveis baixos podemos começar a sentir níveis de stress altos, irritabilidade, tensão e ansiedade. A felicidade que sentimos ao completar uma prova provoca a libertação de endorfinas, uma boa gargalhada tem o mesmo efeito. A endorfina está, assim, muito relacionada com a felicidade.

Aumentar momentos de felicidade durante o dia desenvolve a sua produção. Podemos começar por listar 5 actividade que nos fazem felizes e começar a incorpora-las no dia a dia. O ideal é utilizar actividades que nos estimulam os sentidos, em PNL os VAK (visual, audio, kinesthetic). Ouvir a musica preferida, apaixonar-se, ver o que gostamos, comer algo prazeroso, sentir a chuva, um bom abraço, sexo, relembrar bons momentos… Guarde um momento do dia para fazer algo para si!

Serotonina

Está provado que o sentimento de gratidão aumenta a produção de serotonina, assim como o exercício fisico e a exposição à luz solar. Ajudar alguém e ter um propósito que faz o nosso dia valer a pena são outras duas formas de aumentar os níveis de seronotina.

A serotonina atua regulando o humor, o sono, o apetite, a temperatura corporal e quando em níveis baixos pode causar mau humor, dificuldades no sono e até depressão. Uma das formas de aumentar naturalmente a produção dessa substância é também aumentar a ingestão de produtos ricos em triptofano, algo que podem verificar neste video aqui.

Ocitocina

Ocitocina é a hormona da empatia e amabilidade. As pessoas com melhor interação social, com menos ansiedade e bom humor tem níveis saudáveis desta substância. Ter melhores níveis desta substancia melhora os nossos contactos íntimos e vice versa.

Podemos naturalmente aumentar a sua produção criando mais laços ou tornando mais próximos os laços que já temos. O toque físico aumenta a sua produção, e assim sendo, a proximidade com as pessoas que gostamos reduz o stress, melhora o sistema cardiovascular e melhora o sistema imunitário. Receber presentes pode surtir o mesmo efeito porque aumenta a nossa conexão.

A mente é um complexo mas linear sistema que quando conhecemos bem, e ajudamos, revela-se a nossa melhor farmácia. O que aqui vos escrevo resulta de varias pesquisas que tenho feito sobre a ciência por trás do bem estar e da motivação ao longo dos anos, devido também à minha experiência na depressão. Não sou médica por isso convido-vos a fazerem a vossa própria pesquisa e as vossa experiências. Em casos de situações extremas consultem ajuda profissional.

Não sei se alguma vez optaram por estas formas naturais de se ajudarem, faz-vos sentido? O que vos parece de implementar estas rotinas durante 10 semanas e ver o resultado?

Open chat